Acampamento de Escrita — Quarta Aula: Verbos [Atualizado]

em quinta-feira, 22 de setembro de 2016 |

Desafio da semana:

Como a Dani disse no post do terceiro desafio, as aulas dependem de vocês.
A última aula teve uma visualização absurdamente baixa em comparação às outras.
Como eu disse no grupo do WhatsApp, apesar daquela aula, ainda teve 4 pessoas, no total, que erraram tópicos explicados lá.
Apesar disso, eu decidi fazer essa aula. Verbos são algo que muitas pessoas erram nas avaliações, responsáveis por uns 60% de perda de nota. Por isso, este será o tema dessa aula. Se identificarmos erros dessa espécie nos próximos capítulos, aí sim, as aulas terminarão definitivamente.

O que são verbos?
Todas as palavras que indicam ação, estado ou fenômeno da natureza.
Como assim?
Ela é linda (estado).
Eu bebi (ação).
Chove lá fora (fenômeno).
Eu sei que essa introdução pode parecer ridícula para muitas pessoas, mas, se eu vou dar uma aula, darei completa.
Os verbos se flexionam em pessoa, número, tempo, modo e voz.
Pessoa - 1ª pessoa (eu, nós), 2ª pessoa (tu, vós) e 3ª pessoa (ele, eles).
Número - plural e singular.
Tempo - presente, passado (pretérito) e futuro.
Modo - indicativo, subjuntivo e imperativo.
Voz - ativa, passiva (sintética e analítica) e reflexiva.
E, não menos importante, as formas nominais: gerúndio, particípio e infinitivo.

1. Pessoa e número

SingularPlural
1ª pessoaEuNós
2ª pessoaTuVós
3ª pessoaEleEles

Eu digo.
Tu dizes.
Ele diz.
Nós dizemos.
Vós dizeis.
Eles dizem.

Sabem essas conjugações chatas que aprendemos no colégio? Pois é!
Vocês não são obrigados a escrever "tu", vocês podem usar o "você", que usa o verbo como se fosse terceira pessoa, mas, se usarem o "tu", não esqueçam-se de flexionar o verbo.
Temos a mania de falar o "tu", mas usando a flexão de terceira pessoa. Isso está errado. Pode até acontecer na fala, mas evitem na hora de escrever, certo?

2. Tempo
Presente - fala sobre algo que está acontecendo agora.
Pretérito imperfeito - um fato não terminado
Exemplo: Ela corria quando tropeçou
Pretérito perfeito simples - um fato ocorrido em um momento anterior ao atual e que foi finalizado.
Exemplo: Eu avaliei os capítulos ontem.
Pretérito perfeito composto - um fato que teve início no passado, mas continua acontecendo.
Exemplo: Tenho tido pouco tempo para escrever as minhas fanfics.
Pretérito-mais-que-perfeito - um fato que aconteceu antes de outro fato terminar.
Exemplo: Eu já tinha desligado quando ela me respondeu (forma composta)
Eu já desligara quando ela me respondeu (forma simples)
Por que o primeiro é forma composta? Porque "tinha desligado" trata-se de uma locução que pode ser encurtada, como a forma simples demonstrou. As duas formas estão corretas, então relaxem!
Futuro do presente simples - um fato que acontecerá em um tempo próximo.
Exemplo: Day viajará para... Sei lá que lugar.
Futuro do presente composto - algo que acontecerá no futuro, mas já terminado antes de outro fato futuro (?).
Exemplo: Antes de segunda-feira, a Luísa já terá mandado o capítulo.
Futuro do pretérito simples - um fato que pode acontecer após um determinado fato passado.
Exemplo: Se eu fosse você, entregaria os capítulos logo.
Futuro do pretérito composto - um fato que poderia acontecer após um determinado fato passado.
Exemplo: Se eu tivesse sido você, teria entregado o capítulo logo.
Ufa!
Essa parte de tempo é muito chatinha, eu sei!
Não é para vocês decorarem, é só para vocês terem uma pequena base quando forem conjugar os verbos dos próximos capítulos.
Próximo tópico...

3. Modos
Quase que esqueci de falar... Os exemplos dados no tópico anterior foram no modo indicativo, okay?
O que é isso?
É o que esse tópico se tratará.
Modo indicativo - expressa uma certeza, um fato.
Modo subjuntivo - ao contrário do indicativo, expressa uma possibilidade, uma dúvida.
Modo imperativo - expressa uma ordem, um pedido.

4. Voz
Voz ativa - o sujeito é quem pratica a ação.
Voz passiva - o sujeito sofre a ação.
A voz passiva é dividida entre sintética e analítica. A diferença se deve na formação da frase.
Na sintética: verbo + se (ligado ao verbo por hífen) + sujeito + resto da frase (chamado de agente da passiva).
Exemplo: Cumpria-se os desafios.
Na analítica: sujeito + verbo ser (auxiliar) + verbo particípio + preposição + resto da frase (agente da passiva). Muitas vezes, a frase pode terminar na parte do verbo particípio, então sem problemas.
Exemplo: O desafio foi cumprido.
O desafio foi cumprido pelos participantes.
Voz reflexiva - o sujeito sofre e pratica a ação.
Exemplo: Eles falaram-se pelo WhatsApp.

5. Formas nominais
Infinitivo - nome do verbo sem conjugação.
Terminados em:Exemplo:
1ª conjugação-arAcordar
2ª conjugação-erSofrer
3ª conjugação-irPartir

O infinitivo possui duas formas: pessoal e impessoal.
A forma impessoal é quando o verbo termina o "r", sem conjugações.
Já a forma pessoal tem conjugação, de acordo com a pessoa.
Exemplos: Trouxe algumas fanfics para ler.
Trouxe algumas fanfics para nós lermos.

Gerúndio - terminado em "ndo", indica continuidade da ação verbal. Pode ser usada em qualquer tempo verbal, e às vezes apresenta verbo auxiliar.
Exemplo: Estou nadando.
Fazendo as coisas com calma, tudo dará certo.

Particípio - indica finalização, conclusão da ação verbal. Na grande maioria das vezes, as terminações são "ado" e "ido". Quando usado como adjetivo, pode ser flexionado em gênero e número, apresentando terminações como "ada", "adas", "ida" e "idas".
Exemplo: Terminado o concurso, o vencedor foi escolhido.
Ela estava apaixonada.

6. Considerações finais
Verbos regulares são os que só mudam o final.
Exemplo: escrevo, escrevi, escreverei, escrevesse.
Já os verbos irregulares possuem uma mudança considerável.
Exemplo: ponho, põe, pomos, pôs, punha.

"Para mim fazer". Muitas pessoas têm mania de escrever isso. Por favor, não façam isso!
Um verbo é sempre acompanhado de sujeito, No caso, "mim" não é sujeito, ele é pronome (para mais informações, leiam a aula anterior). Por isso, a frase fica incorreta. Quem pratica a ação é o sujeito, não o pronome ^-^

Durante as avaliações, eu percebo muita mistura de tempo verbal. Se vocês escreverem uma fanfic no passado, mantenha todos os verbos de narração e descrição no passado. Sem misturar, hein?

Outra coisa: também vejo muita gente confundindo verbos do presente com verbos do passado.
Exemplo: Ela sai de casa.
Eu saí de casa.
Com acento agudo, é passado. Sem acento, é presente.
Um simples acento agudo faz diferença ;)

Bem, gente, é isso!
Espero que essa aula ajude, pois, sinceramente, não sei mais o que fazer >.<
Quaisquer dúvidas, vocês têm o meu e-mail (Clenery.Aingremont@gmail.com) e da Day (Missdaay@gmail.com). Não se acanhem em perguntar, nós não mordemos ;3
É melhor tirar dúvida do que ficar com ela, e depois tirar nota baixa nas avaliações.

Nenhum comentário: