CF: For love (Candythe)

em quinta-feira, 13 de outubro de 2016 |

Bom, espero que tenha gostado da crítica. Eu fiz ela com todo amor. 
Caso não goste, sinta-se a vontade para me dizer. Sua opinião é extremamente importante para mim. 
Obrigada pela preferência.


"A primeira vez que a vi foi naquele lugar fechado, com vários portões e grades por todo lado, e todas aquelas pessoas a sua frente. Ela se destacou em meio as outras com uma simples risada. Uma risada contagiante, sorri ao ouvi-lá, e daquele dia em diante percebi que eu precisava ajuda-lá de alguma forma, ela era diferente de todos ali, ela não era como os outros que ali estavam. 

Não sei se foi por sua beleza, seu jeito, seu olhar ou atitude, mas algo nela mim fez mudar, mudar meus pensamentos, meu modo de vida, minhas escolhas, minhas atitudes. 
Por amor talvez?" 
Harry Styles.

Aparência (Capa + Sinopse): 3,0
Capa (1,5)
O formato da sua capa não é muito adequado para o social spirit. Ela me parece feita para fanfiction no wattpad. Isso prejudica muito porque torna a maior parte das informações contidas ilegíveis. O DC é muito bonito em si, mas não funcionou para o padrão do site. Essa é a maior observação que tenho a fazer. Eu realmente não consigo ler  nada além do título. 
Nota: 0,7

Sinopse (1,5)
“...sorri ao ouvi-lá, e daquele …”
“...sorri ao ouvi-la, e daquele …”

“...precisava ajuda-lá de alguma…”
“...precisava ajudá-la de alguma…”

“...algo nela mim fez mudar...”
“...algo nela me fez mudar…”

Sua sinopse deixou bastante a desejar. Há excesso de vírgulas e poucos pontos. Eu, particularmente, acredito que quando se está escrevendo, para evitar confusões referentes a uso de vírgulas, o melhor é utilizar mais pontos. Frases sucintas e diretas. Seu texto chega a ser confuso pelos equívocos no uso da pontuação. Aconselho a revisá-lo. 
Senti muita falta daquele fator que amarra o leitor e o faz querer ler a fanfic. 
O tamanho é bom e gosto dessa ideia de rimas num texto corrido, mas precisa melhorar. 
Nota: 0,7
Aparência: 1,4
Ortografia (4,0)
“... se calava quando mim via.”
“... se calava quando me via.”

“...para não mim causar…”
“...para não me causar…”

“ —Filha mim trás um…”
“ —Filha, me trás um…”
Sempre isolar vocativo ( a quem o falante se dirige) com vírgulas. 

“... lábios pareçiam rececados póis ela…”
“... lábios pareciam ressecados pois ela…”

“...mesinha de cabeçeira…”
“...mesinha de cabeceira…”

“... não mim soltei dela…”
“... não me soltei dela…”

“ — Mãe pelo amor de Deus, para com isso!”
“ — Mãe, pelo amor de Deus! Pare com isso!”

“Minhãs costas atingirão o chão com o peso dela por cima de me.”
“Minhas costas atingiram o chão com o peso dela por cima de mim.”

" — Calma Julliet. — Sentir Karen mim envolver em um abraço e acaricia meus cabelos- Foi só pesadelo.”
" — Calma, Julliet. — Senti Karen me envolver em um abraço e acariciar meus cabelos. — Foi só pesadelo.”

“...se aquilo pode-se me…”
“...se aquilo pudesse me…”

“ — Julliet Gray Allen para…”
“ — Julliet Gray Allen, para…”
Sempre isolar vocativo ( a quem o falante se dirige) com vírgulas. 

“... tocaram meus rosto…”
“... tocaram meu rosto…”

“... pesadelo Jhony.”
“... pesadelo, Jhony.”
Sempre isolar vocativo ( a quem o falante se dirige) com vírgulas. 

“—Julliet olha pra…”
“—Julliet, olha pra…”
Sempre isolar vocativo ( a quem o falante se dirige) com vírgulas. 

“—Não John.”
“—Não, John.”
Sempre isolar vocativo ( a quem o falante se dirige) com vírgulas. 

“—Toma Julli.”
“—Toma, Julli.”
Sempre isolar vocativo ( a quem o falante se dirige) com vírgulas. 

“...já não esta…”
“...já não está…”

“Engolir o remédio…”
“Engoli o remédio…”

“...fundo em meus olhos…”
“... fundo de meus olhos…”

“ — Claro John.— Sorrir”
“ — Claro, John. — Sorri.”
Sempre isolar vocativo ( a quem o falante se dirige) com vírgulas. 

“...mentindo pra me…”
“...mentindo pra mim…”

“... Jhon sabia…”
“... John sabia…”

“—Esta bem.”
“—Está bem.”

“—Serio?”
“—Sério?”

“Ela mim olhou seria.”
“Ela me olhou séria.”

“ A exatamente 3 anos.”
“ Há exatamente 3 anos.”

“Sorrir ensitivando-a…”
“Sorri incentivando-a…”

“— Engraçadinha você não?”
“— Engraçadinha você, não?”

“... mesma mim mostrou…”
“... mesma me mostrou…”

“Abrir a primeira…”
“Abri a primeira…”

“... retirei alguma roupas…”
“... retirei algumas roupas…”

“...me sobraran dela…”
“...me sobraram dela…”

“... a tempo tempo que é como se ele fize-se parte de me.”
“... a tanto tempo que é como se ele fizesse parte de mim.”

“... bem razoavel essa éra a palavra certa.”
“... bem razoável, essa era a palavra certa.”

“...que caia sobre…”
“...que caía sobre…”

“...no pescoso e prendir atras.”
“...no pescoço e prendi atrás.”

“...dita na quela sala.”
“...dita naquela sala.”

“ — Feliz aniversário meu anjo.”
“ — Feliz aniversário, meu anjo.”
Sempre isolar vocativo ( a quem o falante se dirige) com vírgulas. 

“ — Obrigada mãe.”
“ — Obrigada, mãe.”
Sempre isolar vocativo ( a quem o falante se dirige) com vírgulas. 

“ — Eu amei mãe obrigada.”
“ — Eu amei, mãe, obrigada.”
Sempre isolar vocativo ( a quem o falante se dirige) com vírgulas. 

“Assentir entregando-o e me virei…”
“Assenti entregando-o e me virei…”

“... não preçisa ficar assustada filha.”
“... não precisa ficar assustada, filha.”
Sempre isolar vocativo ( a quem o falante se dirige) com vírgulas. 

“...apenas olha pra esse coração…”
“...apenas olhar pra esse coração…”

“...até mesmo toca-lo…”
“...até mesmo tocá-lo…”

Bom, referente a sua ortografia, há muito a ser aperfeiçoado. Boa parte dos equívocos existentes nos dois primeiros capítulos estão listados acima, mas existem alguns outros.
Você tem alguns problemas com pontuação, principalmente, no que se refere a uso incorreto e desuso dessa. Senti muita falta de vírgula, que em alguns casos era fundamental para definir o sentido da frase e, pontos de exclamação quando personagens gritam, por exemplo. 
Além disso, você precisa tomar cuidado com a acentuação das palavras. Muitas palavras sem! Em alguns casos alterava o sentido da palavra como em “esta” e “está”. 
Houve também uma constante confusão entre o “me” e “mim”. Ambos são pronomes oblíquos referentes a primeira pessoa do singular (Eu), sendo o primeiro átono e o segundo tônico, ou seja,  possui pronúncia fraca e forte, respectivamente. Para saber quando usa um ou outro, pense : “ É utilizado com preposição?”. Se a resposta for sim, provavelmente, usa-se “mim”. 
Outro erro recorrente foi a utilização do “cedilha” equivocadamente. Quando o c  possui som de s e é acompanhado por e ou i, não há a necessidade de utilização “cedilha”. De qualquer forma, não deixe de ir atrás dessa regra.
Além dos dois citados acima, não posso deixar de comentar sobre o descuido que tem com os verbos. Tome cuidado. Em muitos casos você deixou o verbo no infinitivo quando não devia. Não esqueça de conjugar os verbos para que seu texto não fique confuso. 
Resumindo, acredito que o que faltou foi uma boa revisão ortográfica.
Nota: 1,0
Crítica Final (3,0)
Começando pelo enredo, eu adorei! Adoro fanfictions com o Harry  porque ele é maravilhoso. são minhas histórias favoritas. Entretanto, quando digo que amei seu enredo, Styles não é o grande responsável por isso. Adoro essa coisa de manicômio e loucura. Acho que essa temática é muito interessante. 
Por outro lado, acredito que não está aproveitando-a plenamente. Como escritora, sei o quanto é complicado revisar os capítulo, mas é indispensável! Por isso te digo: “Procure ajuda de betas!”. Se tem dificuldade com capas ou sinopses, há design que trabalham nessa área também. Não se intimide em pedir ajuda. Estamos todas aqui para isso! 
Num total, sua história é bacana, mas ela precisa de aperfeiçoamento quando a escrita, principalmente. 
Nota: 2,0
Nota total: 4,4

2 comentários:

Candy disse...

Muito aobrigada pela CF amore. Fiquei surpresa ao ver que fez tão rápido. Eu realmente gostei da CF, já estava pensando em fazer pedido de betagem e agora farei o mais rápido possível.

Novamente, muito obrigada ;)

HeyLife disse...

Fico feliz que tenha gostado!