CF: Hello (SomeOneLikeMe)

em sexta-feira, 25 de novembro de 2016 |

Desculpe pela super demora.
Lembrando que nada dito aqui tem como intuito de ofende-la.
Realmente espero que goste da crítica tanto quanto gostei de fazê-la. 
Obrigada pela preferência.


Sem dúvida alguma, a doce Angel desconhece o limite do aceitável. Com seu jeito carinhoso, nunca pensou em contestar os pais que a culpam por trazer despesas desnecessárias, uma vez que Angeline tem câncer. Sua mente ocupa-se com lembranças saudosas de Justin, seu primeiro amor. 
O garotinho que fez juras e promessas de amor se mudou da cidade e, 3 anos depois, retorna a Stratford. Para infelicidade de Angel, um garoto totalmente diferente, em todos os sentidos, é apresentado; Justin Bieber não é mais o mesmo. 

Aparência (Capa + Sinopse): 3,0
Capa (1,5)
A capa em uma fanfiction é sua maior propaganda. Ela é o rosto da estória e o que atrai o leitor a princípio. Você tem um design legal, mas não muito empolgante. Ele segue a linha romântica da sua fanfiction — o que é plausível —  e tem todos os elementos necessários para uma boa capa (boas fotografias, créditos bem visíveis, uma frase interessante e um título chamativo). Contudo é um pouco apagado demais. Carece, talvez, de um trabalho maior de edição. Abuse de texturas e PSDs. Dinamize sua capa. 
Nota: 0,5

Sinopse (1,5)
Acredito que sua sinopse esteja muito bem escrita e articulada, todavia faltou um fator importantíssimo para esse trecho: aquele traço que desperta a curiosidade do leitor e o leva a abrir sua fanfiction para ler. Ela está legal: oferece as informações certas e na quantidade ideal, além de ter a dimensão perfeita, mas indispensavelmente ela precisa desse “X factor”. 
Depois de ter atraído pela capa, o leitor tende a ler a sinopse para decidir se aquela estória vale mesmo a pena, por isso esse é um tópico relevante. 
Nota: 1,0
Aparência: 1,5
Ortografia (4,0)
♣Seja mais cuidadosa com a concordância verbal. Esse foi um erro muito recorrente na sua fanfiction; 
Lembre-se de estudar o sujeito para saber com quem o verbo deve concordar. 
Ex: 
“...fazer os barulhos que rondavam minha cabeça desaparecer.”
Nesse caso você tem duas opções:
“...fazer com que os barulhos que rondavam por minha cabeça desaparecessem.”
“...fazer os barulhos que rondavam por minha cabeça desaparecerem.”

      2.  “... nos problemas financeiros que nos afrontava.”
 “... nos problemas financeiros que nos afrontavam.”
♣ Evite a repetição demasiada de palavras. Procure utilizar sinônimos ou omitir; 
Ex:
“... as brigas não eram centradas em problemas alcoólicos ou problemas conjugais…”
“... as brigas não eram centradas em problemas alcoólicos ou conjugais…”

♣Atenção com os diálogos. No primeiro capítulo você empregou perfeitamente bem o travessão, mas a partir do segundo isso mudou. Lembre-se: hífen será utilizado principalmente em palavras compostas;
Ex:
“— Preciso, mas não a sua - diz…”
“— Preciso, mas não a sua — diz…”

♣ Tente optar por parágrafos mais densos e longos. Sendo esses extremamente breves, além de prejudicar a sonoridade do texto, interfere também na estética. Ter um texto bem editado é quase tão importante quanto ter um texto bem escrito. A aparência importa muito para os leitores;

♣ Seja cautelosa com o uso de vírgulas. Em boa parte do texto senti falta do uso dessa pontuação e, quando havia, não estava tão bem colocada em alguns casos. Sugiro que revise esse tópico; 

♣Recorde-se que é extremamente importante acentuar as palavras corretamente.

Bom, ao ler sua fanfiction notei algumas dificuldades que você tem ao escrever. Os equívocos apontados acima são os mais recorrentes, entretanto, há outros. Eu sugiro que procure uma beta para que a auxilie na questão ortográfica, porque ela pode ser muito prejudicial para sua história.
A maneira como você escreve é um pouco coloquial demais. Mesmo sendo o ponto de vista de uma adolescente, é interessante procurar fazer uma narração um pouco mais elaborada. Muitos leitores apreciam um estilo mais trabalhado e, querendo ou não, esse pequenos deslizes refletem na qualidade final da sua estória. 
Nota: 1,5
Crítica Final (3,0)
Bom, seu texto tem uma temática interessante, mas eu senti que faltou um algo a mais que me amarrasse logo nos primeiros capítulos. Eu costumo ler três deles para fazer críticas, no seu caso li um a mais, e mesmo assim fiquei um pouco aérea a estória. Eu entendi do que trata seu enredo, todavia não consegui mergulhar nele. 
Você narra no presente e isso não está incorreto, mas, particularmente, como já disse em outras críticas aqui, não me agrada muito. Entretanto esse tópico não pesou na minha avaliação.
Como já disse anteriormente, eu até entendo seu enredo, mas acredito que falte algo a ele para ser apaixonante. Não que seja extremamente clichê, mas é muito ameno. Falta algum detalhe que o torne sensacional.
Você tem uma estória bacana, mas que precisa ser melhor trabalhada e lapidada. 
Nota: 1,0
Nota Final: 4,0

Nenhum comentário: