CF: A long Fall (Kiara)

em segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017 |

Aqui está sua crítica, amora!

Obrigada pela preferência.

Lembrando que nada dito aqui tem como intenção atingir de maneira negativa o autor.


Eu não podia amar novamente. Pelo menos era essa a constante nota mental que eu fazia questão de frisar em minha mente, mas tudo se foi quando eu a vi pela primeira vez. Sua alma parecia irradiar em volta de si, assim como o seu sorriso diante aos pequenos animais que chegavam na clínica. E por mais que eu tentasse mantê-la longe de mim, ela já havia assumido a posse do meu coração.
Mas eu mantinha um segredo para proteger aqueles que eu amava, e eu temia que ela pudesse não me olhar mais da maneira que costumava olhar. E se isso acontecesse, eu teria uma longa queda e nem mesmo o conforto da minha matilha poderia suprir isso.

Aparência (capa + Sinopse): 3,0

Capa (1,5)
Eu gostei bastante da sua capa. Achei que ela bem dentro do padrão do que se espera de um bom DS. O título está visível assim como créditos; tem um fundo legal; fotografias de qualidade; um trabalho interessante de texturas, cores e luz. Enfim, está bem feita.
A única coisa que me incomoda, visualmente falando, é a fotografia dele que parece não se encaixar bem ali. Tenho a impressão de que a cabeça está flutuando.
Nota: 1,2

Sinopse (1,5 )
Bom, a primeira coisa que me chama a atenção em sua sinopse é a repetição excessiva do pronome eu. Contei oito vezes — posso ter me engano, obviamente. Lembre-se da importância de usar sinônimos e omitir as palavras na hora de redigir uma narração.
 A leitura fica muito pesada por causa desta insistência numa mesma palavra, o que muitas vezes levará o leitor a ter preguiça de ler sua história.
Tirando isso, a sinopse é boa. Me conta trechos bons da história e tem esse ar de mistério que desperta a curiosidade necessária para que eu abra o prólogo. Isto é, cumpre sua tarefa. Parabéns.
Nota:1,0
Aparência: 2,2

Ortografia (4,0)
"Acordei na manha seguinte bem cedo…”
“Acordei na manhã seguinte bem cedo…”

 “ — Vim pela emprego. Soube que esta precisando de uma...”
 “ — Vim pelo emprego.Soube que está precisando de uma…”

“... deis de que soube da oportunidade…”
“... desde que soube da oportunidade…”

“ Mas ele não cumpre muitos os horários…”
“ Mas ele não cumpre muito os horários…”

“Cuidei dos animais quando se machucavam.”
“Cuidava dos animais quando se machucavam.”
“Cuidei dos animais quando se machucaram.”

Dica: Evite misturar tempos verbais em uma mesma frase.

“Aprendera mais coisas aqui com o tempo.”
“Aprenderá mais coisas aqui com o tempo.”

“Geralmente, você ou Scott cuidaram dos animais que chegarem.”
“Geralmente, você ou Scott cuidarão dos animais que chegarem.”

Dica: O m é utilizado em verbos no passado. Para o futuro usa-se ão.

“... alem de limpar tudo.”
“... além de limpar tudo.”

“Já havia suprindo minha imensa felicidade…”
“Já havia suprido minha imensa felicidade…”

“...amanha será meu primeiro dia.”
“...amanhã será meu primeiro dia.”

“... me mudei a pouco tempo.”
“... me mudei há pouco tempo.”

Dica: Utilize há quando referir-se a tempo passado e a para tempo futuro.

“... e o movimento não ira ser forte. Amanha eu lhe mostro...”
“... e o movimento não irá ser forte. Amanhã eu lhe mostro...”

“… mas até lá, pode ir.”
“… mas até lá, pode ir.”

“... e começou a andar na para longe de mim.”
“... e começou a andar para longe de mim.”

Como de costume li três capítulos para fazer a crítica, mas para ser completamente honesta, só listei acima os errinhos dos dois primeiros. 
Tenho alguns pontos a comentar contigo. O primeiro deles é referente a falta de acentuação em várias palavras no decorrer da fanfiction. Eu sei que as vezes uma ou duas passam despercebidas, por isso é importante a revisão. Em alguns casos o sentido muda por estar sem o devido marcador. Como exemplo temos no seu texto esta e está, ou, ira e irá. 
O segundo é sobre algumas palavrinhas que se repetiam com frequência. Tente sempre abusar de sinônimos ou até mesmo omitir algumas  se necessário.
O terceiro e último ponto reporta-se a um detalhe que não chega a ser um erro ou equívoco, mas que gera certa confusão na hora de ler. Em algumas frases — poucas — eu acabei tendo que parar e reler para conseguir entender. Isso se deu devido a quebra da estrutura usual da frase — sujeito e predicado — sem muito cuidado. Mesmo que você isole um termo com vírgulas, as vezes muda-lo de lugar teria sido bem mais interessante.
Não estou dizendo que você deva escrever sempre no esquema sujeito, verbo e complemento. Não é isso. Nem eu faço. Estou apenas sugerindo que siga a seguinte dica: quando existe uma palavra que pode causar confusão na frase ou dar um sentido ambíguo a ela, a aproxime do termo a que ela se refere. Assim não haverá chance de problemas.
Nota: 3,0

Crítica Final (3,0)
Eu gostei do seu enredo muito mais na própria fanfiction do que na sinopse e o que ela sugeria. Eu pensei que seria um romancezinho adolescente típico das história dessa categoria, mas o bacana do seu texto é o fato dela ter sido emancipada. Essa é a novidade e o que torna sua fanfiction especial. pelo menos na minha opinião. 
Gostei da sua personagem protagonista e do par romântico, mesmo que eu não possa exatamente definir quem ocupa cada posição: ele ou ela. Mas indiferente disso, eu achei eles bem bacana. 
Você tem uma ideia legal e uma escrita empolgante, ou seja, os dois ingredientes primordiais para uma boa fanfiction.  Eu confio que essa história será ótima. Todavia, seja muito cuidadosa para que não fique monótona. 
Em suma, adorei sua escrita, mesmo com os errinhos e acredito que sua história tem tudo que um eitos precisa pra ama-la.
Nota: 2,8

Nota Final: 8,0

Nenhum comentário: